Porção semanal de Torá - Hidabroot Brasil

Porção semanal de Torá

Mais lidos
Os Mais Vistos
Pergunte o Rabino
Calendário de eventos

SENSIBILIDADE COM O PRÓXIMO – PARASHAT TOLDOT

O Seder seguia tranquilo, com todos os convidados se sentido muito à vontade e revivendo juntos a saída do Egito. Quando todos estavam prestes a levantar as taças para cumprir a Mitzvá de beber um dos quatro copos de vinho, um dos convidados se descuidou e derrubou sua taça. Imediatamente o vinho tinto espirrou sobre toda a linda toalha de linho branca, deixando uma enorme mancha.

Verdade na cara - Parashat Vayigash

E foi o que ele disse a eles: "será que MEU pai está vivo "? Ou seja, Yossef disse a eles que durante vinte e dois anos, vocês deveriam ter entendido que MEU pai estava com tristeza terrível, e talvez vocês sejam os culpados de toda essa tristeza, talvez a ação não justifique o motivo de retirar a presença divina dele? ! Então ele disse "será que MEU pai está vivo "? Ele não disse a eles: " será que NOSSO pai está vivo?", porque ele queria enfatizar para eles que, neste assunto, ele era seu pai e não pai dos irmãos.

DOAÇÃO DE UM SORRISO

Naquela época, há mais de 50 anos, a soma de 10 mil dólares foi suficiente para os Greenberg comprarem uma casa. Como os Greenberg haviam dado ao Sr. Birnbaum uma casa, então D'us recompensou a bondade deles "Midá Kenegued Midá" (medida por medida), dando a eles uma casa para morar. (História Real, retirada do livro "Impact!", de autoria de Dovid Kaplan).

Parashat Bo para crianças

Uma vez um comerciante chamado Meir que chegou ao hotel. Meir morava em uma pequena aldeia e, em geral, não conhecia todos os refinamentos da grande cidade. Ele ficou tão impressionado com o hotel, principalmente das deliciosas refeições que serviram todos os dias em horas fixas. Meir comeu com grande apetite e admiração, pois nunca incontrou todos esses alimentos interessantes.

Doar com o coração

As palavras, os gestos carinhosos que doamos nutrem o coração e trazem de volta a esperança de um mundo melhor. Doar e ajudar o próximo é um privilégio que D'us nos deu, portanto,temos o mérito de ajudar os outros e, assim, criar um mundo mais justo.

Vencendo a preguiça

Viemos ao mundo material para evoluir e crescer. Para isso precisamos nos esforçar, passar por dificuldades e dar duro, mas às vezes escolhemos ficar parados. Precisamos refletir e ser honestos quando nos mantemos parados. É algo real? Ou é só a preguiça falando mais alto? O preguiçoso procura justificativas lógicas para continuar parado, e acaba por não sair do lugar e se prejudicando.

CONTANDO NOSSO DINHEIRO

Certo dia, no café da manhã, Rafael colocou cuidadosamente sobre o prato da sua mãe um papelzinho dobrado. Quando a mãe chegou, ela viu o bilhete, abriu e leu: "Mamãe, você me deve: Três reais por levar recados. Dois reais por tirar o lixo. Dois reais por varrer o chão. Dois reais por arrumar a cama. Total da dívida: Nove reais".

Coração de ouro

A bondade que fazemos ao próximo e os méritos de mantermos o estudo da Torá que podem nos ajudar a sair da crise. O que a doação tem a ver com nossas qualidades e defeitos?

Shabat Hagadol

"Por que vocês estão pegando o cordeiro?" O povo de Israel respondia: " para sacrificá-lo no sacrifício de Pessach conforme nos ordenou nosso D'us ". Os egípcios ficaram muito irritados rangendo os dentes de raiva, com o abate de seu deus, mas não lhes foi permitido dizer e fazer nada a eles. Em nome deste grande milagre, este Shabat é chamado de "Shabbat Hagadol – o grande Shabat".

Bondades equilibradas

Para o choque de todos da organização, eles descobriram que Shmuel, esta criança tão carente, era um membro daquela família! Os pais de Shmuel estavam tão preocupados ​​em ajudar e cuidar dos outros que acabaram negligenciando o cuidado de quem eles eram mais responsáveis. (História Real).

Os motivos e as influências de lashon hará (calúnia)

"Você não sabe apreciar plenamente o poder das palavras", disse o Chafetz Chaim: "Talvez a cozinheira é uma viúva pobre, e por causa das palavras ditas por você, a estalajadeira culpará-la pelos alimentos salgados. Para defender-se, a pobre viúva negará esta culpa dizendo que não colocou sal, e que até tinha provado a comida.

Será que D’us recebe de nós ou nos concede a possibilidade de "dar" a Ele?

Pergunta: Será que não havia naquele região sentimento para os seres humanos? Como os pais podem sacrificar seus filhos? Resposta: O mundo pagão daqueles antigos habitantes estava cheio de emoções, mas esses sentimentos não estavam relacionados à misericórdia. Foi uma grande tempestade de sentimentos, com os quais eles  serviam seus deuses. Era uma erupção de emoções que não havia nenhum lugar a nenhum sentimento de piedade ou outros sentimentos superiores.

Bandeirantes I

O autor do livro "Maor Vashemesh", o Rabino Moshe Yechiel Halevi Epshtein Zts"l,  nos ensina uma profunda fundação espiritual para as futuras gerações, que é aprendida dos bandeirantes.

O VALOR INFINITO DE CADA UM - PARASHÁ NASSÓ

Porém, quando se aproximaram do homem, perceberam que na realidade não era o Brisker Rav, e sim um judeu comum muito parecido com ele. Então algo surpreendente aconteceu, pois o esperado seria que o Rav Isser Zalman virasse as costas e voltasse desapontado para casa, mas ele começou a tratar aquele homem simples com a mesma honra que teria ...

No caminho escolhido pela pessoa, neste camiho o levam

No Midrash (Bamidbar Raba 20:11), consta um grande ensinamento deduzido desta parashá: no caminho que a pessoa deseja seguir, neste caminho ele é conduzido. Neste ensinamento consta porque D'us "voltou atrás" da primeira orientação dada a Bilam, de não amaldiçoar o povo e em seguida D'us permitiu que Bilam fosse com os emissários de Balak.

Aprecie o que você tem

Devemos nos esforçar para melhorar nossas vidas de todas as maneiras possíveis, mas devemos saber que, em qualquer nível de conquista que tenhamos alcançado, a chave para possuir isto de verdade é apreciá-lo.

Ter orgulho de ser Judeu

Moshe compreende que este tipo de irritação social será despertada também nos corações dos povos do Oriente Médio quando tomam consciência da lei da não extradição, por exemplo:

Shabat Shalom mail

Como a Mitzvá de Bikurim tem como uma das principais funções ajudar as pessoas a desenvolver a característica de “Hakarat Hatóv” (reconhecer as bondades recebidas)