Porção semanal de Torá - Hidabroot Brasil

Porção semanal de Torá

Mais lidos

Expulsando a escuridão

D'us criou o ser humano com alma para ser uma luz interna que nos coneta à espiritualidade. O livre arbítrio que nos foi dado, deve ser utilizado com responsabilidade para equilibrar as forças de luz e escuridão que todos nós possuímos.

Os Mais Vistos
Pergunte o Rabino

Parashat Lech Lechá

Fé em Hashem - Avraham não se deixa ser influenciado pelo ambiente geral. Ele vive no meio de seu mundo espiritual, firme em sua opinião e fé e não é influenciado pela opinião da maioria. Ele foi nomeado como "Avraham Haivri". A palavra ivri  significa: márgem. Ou seja, o mundo inteiro de um lado da márgem e Avraham sozinho no outro lado  . 

Calendário de eventos

Parashat Chayei Sará - Valorizar o tempo

Sará levou consigo "a menina de sete anos" com todas suas virtudes à idade de vinte anos. Assim também levou consigo "a adolescente de vinte anos" à idade de cem anos. Assim também era Avraham, como escreve a Torá:" E Avraham está velho e  veio co todos os seus dias"- todos os dias eram usados ​​ao máximo, e se tornaram parte integrante de sua personalidade.

SEJA VOCÊ MESMO - PARASHAT TOLDOT

Mas afinal, por que o Alter estava tão incomodado com o Rav Yerucham, uma pessoa tão reta e pura? Pois Slobodka era uma Yeshivá (Centro de estudos de Torá) que reforçava muito a ideia de que seus alunos não deveriam ser forçados a se "moldarem" de uma maneira específica. O Alter MiSlobodka sempre se esforçou para ressaltar o que cada aluno tinha de único e especial. Ele tinha o cuidado de não trazer para a Yeshivá professores muito carismáticos, pois tinha receio de que alguém carismático acabaria influenciando de maneira muito forte os alunos, fazendo-os seguir exatamente seu estilo, ao invés de investirem em suas próprias qualidades.

UMA CASA COM HARMONIA - PARASHAT VAIETSE

- Meu querido, um judeu é representado pela letra "yud". Quando dois "yud" estão lado a lado, unidos, D'us fica feliz e habita ali. Estes são os dois "yud" que são pronunciados como o Nome de D'us. Porém, se um judeu fica acima do outro, significa que eles não estão em harmonia, e então D'us não habita ali. Estes são os dois "yud" do final de cada versículo. Eles representam o fim, não o sagrado Nome de D'us.

RESSURREIÇÃO DOS MORTOS - PARASHAT VAISHLACH

Certa vez, seu aluno Moshé Cohen (nome fictício), que não era daqueles alunos que mais se destacavam, fez uma pergunta aparentemente simples no meio de uma das aulas. Para o espanto de todos, o Rav Hutner respondeu a pergunta com um entusiasmo fora do normal, como se a pergunta tivesse sido genial. E durante a aula ele repetiu a pergunta várias vezes, com grande admiração. Mas os outros alunos, que não enxergaram nenhuma genialidade naquela pergunta, não conseguiram entender a reação do rabino.

O Valor da Vida Espiritual

Yossef ficou 22 anos longe de seu pai Yaacov, sem que este tivesse notícia alguma de seu paradeiro. Ao voltarem do Egito, seus irmãos disseram a Yaacov que Yossef estava vivo e que governava o Egito. Porém Yaacov não acreditou. Conforme consta na parashá: “Vayaguídu lo lemor: od Yossef chay vechi hu moshel bechol Êrets Mitsáyim.Vayafig libô ki lô heemin lahem” – E anunciaram-lhe dizendo: Yossef ainda vive e ele é governador de toda a terra do Egito. E não importou a seu coração, pois não acreditou neles” (Bereshit 45:26).

Ultrapassando seu potencial

Na vida, muitos se esforçam para alcançar seu potencial espiritual, mas exitem aqueles que conseguem se superar e ultrapassar seus limites demonstrando superação e capacidade com esforço e dedicação.

O estilo de liderança do Faraó, encontra-se também na época moderna

Yossef disse ao Faraó que seus irmãos eram pastores, e como todo pastor era desprezado pelo Egito, eles tiveram que se afastar do olho atento dos Egípcios e sentar-se em um lugar onde eles seriam isolados. Yossef não conseguiu explicar a verdadeira razão para o Faraó, pois o Faraó nunca entenderá por que a intervenção social não é bem vista aos olhos de Yaacov, como uma introdução social de seus filhos na vida Egípcia.

SENTINDO A DOR DO PRÓXIMO COMO SE FOSSE SUA

- Por isso - continuou o Rav Shach - se eu sair para viajar, mesmo que seja por alguns poucos dias, o que as pessoas com problemas farão? Com quem elas conversarão? Quem elas procurarão para abrir seus corações? Eu prefiro ficar aqui, caso alguém precise de mim".

O Bem-estar dos outros

Para a surpresa do supervisor, que esperava uma reação de nervosismo e irritação, Johnson imediatamente abriu um enorme sorriso, deu um grande abraço no supervisor e disse: - Obrigado, chefe. Sabia que eu podia contar com você..."    

Inteiro e não pela metade

- Por favor, chega de músicas e vamos para o próximo prato de comida! O Sr. Stern olhou para o pobre, incrédulo, e respondeu rispidamente: - Por favor, um pouco de Derech Eretz (bons modos), meu amigo!

Tzedaká nunca é demais

Após alguns minutos entrou na sala do Rebe de Satmer o zelador da sinagoga. Como ele estava aflito e visivelmente alterado, o Rebe percebeu que havia algo errado. O homem, quase sem fôlego, começou a falar:...

Autoestima em alta

A felicidade depende da consciência em saber nossos valores e de como cada um de nós é especial. Para isso, devemos nos valorizar e manter a autoestima elevada, reconhecendo nosso potencial para ter uma autodefinição positiva.

DANDO UMA FORCINHA AO SHABAT

Durante o caminho eles foram conversando. O Rav Twersky, interessado em saber um pouco mais sobre aquele homem, começou a perguntar sobre sua vida, seus interesses e seu trabalho. O homem, ao invés de responder, começou a procurar nervosamente algo em seus bolsos...

Contando nosso dinheiro

Quando só pensamos em dinheiro, acabamos por esquecer as coisas mais valiosas da vida, como o amor e nos distanciamos da nossa espiritualidade. O valor das pessoas não pode ser medido de acordo com a quantidade de bens que elas têm mas sim pelos seus atos de bondade, honestidade e pelo valor ao próximo.

Parashat Vayikrá- introdução ao trabalho dos korbanot

Na época moderna, muitas pessoas ficam horrorizadas ao ler sobre o serviço dos sacrifícios (korbanot). Eles pensam que estas descrições pertencem ao período primitivo na vida das pessoas. Mas, de fato, ao longo das gerações perceberam que o culto sacrificial era uma parte importante da Torá de Israel. Um princípio, que devemos esclarecer bem seu conteúdo.

Milagres que salvam vidas

Quando Andy recebeu o e-mail do seu agente de viagens, gostou muito dos preços, mas se irritou com a mudança proposta. Ele escreveu novamente ao agente, reiterando que precisava permanecer mais um dia na Malásia, e exigiu a emissão do bilhete nas datas originalmente propostas.

O que cada um tem de bom

Devemos saber enxergar o próximo e saber reconhecer seu trabalho e seus valores. Muitas vezes a maneira como a pessoa valida seu próprio status e aumenta sua autoestima focando nas falhas e deficiências dos outros. Isto acaba nos transformando em "especialistas" em ver o lado negativo das pessoas, e acabamos sempre procurando as falhas e defeitos. Todos têm qualidade e defeitos, pontos fortes e pontos fracos, procurando as qualidades boas de alguém trazemos amor e harmonia ao mundo.

Voltando para casa

O rabino, após refletir um pouco, abriu um sorriso e respondeu: - Meu querido, use a madeira comum. Não é por causa do preço, mas é porque não precisa durar tanto. Nós não pretendemos ficar fora de Israel por tanto tempo...”

Será que D’us recebe de nós ou nos concede a possibilidade de "dar" a Ele?

Pergunta: Será que não havia naquele região sentimento para os seres humanos? Como os pais podem sacrificar seus filhos? Resposta: O mundo pagão daqueles antigos habitantes estava cheio de emoções, mas esses sentimentos não estavam relacionados à misericórdia. Foi uma grande tempestade de sentimentos, com os quais eles  serviam seus deuses. Era uma erupção de emoções que não havia nenhum lugar a nenhum sentimento de piedade ou outros sentimentos superiores.

O Valor da Torá

Receber a Torá em nossas vidas e cumprir os mandamentos como atos no nosso cotidiano, como ferramentas para nos transformar em pessoas melhores e transformar as características negativas em positivas.

Aprecie o que você tem

Devemos nos esforçar para melhorar nossas vidas de todas as maneiras possíveis, mas devemos saber que, em qualquer nível de conquista que tenhamos alcançado, a chave para possuir isto de verdade é apreciá-lo.

Parashat Ekev para crianças

O homem se levantou e partiu para o palácio. Por um momento ele ficou em silêncio no portão, e no instante seguinte começou a correr. Os guardas ficaram momentaneamente atordoados e imediatamente correram atrás dele. Ele fugiu e correu com tremenda velocidade, e quando as guardas conseguiram alcançá-lo, ele já estava à frente do Rei.

Passo a passo

A felicidade é algo que você decide. Cada decisão e pequenas atitudes fazem toda diferença em como atingimos nosso potencial e cumprimos nossa missão de vida.