Mais lidos

Sukkot

Leis da Suká

A pessoa deve se comportar de modo respeitoso na sucá, para que as mitsvot sejam honradas. Portanto, não deve trazer para dentro da sucá, utensílios ou panelas que não os deixariam na mesa de sua casa durante os dias comuns. E óbviamente que não deve fazer na sucá atos que menosprezem a mitsvá.

Leis da Suká
A pessoa deve se comportar de modo respeitoso na sucá, para que as mitsvot sejam honradas. Portanto, não deve trazer para dentro da sucá, utensílios ou panelas que não os deixariam na mesa de sua casa durante os dias comuns. E óbviamente que não deve fazer na sucá atos que menosprezem a mitsvá. ·         
Comer na sucá na primeira noite (e fora de israel também na segunda noite), é obrigação que a pessoa coma pelo menos cazayit de pão (27g), e mesmo que a pessoa tenha certo sofrimento nesta situação, este cazayit deve ser comido na sucá em quaisquer circunstância, e mesmo quando está chovendo. Após ter feito o kidush e comer o cazayit, caso esteja chovendo pode voltar para sua casa e comer o resto da refeição. Porém não recita a berachá de "leishev basucá- sentar na sucá", pois não comerá a refeição nela. caso a chuva tenha parado e a pessoa pode voltar para a sucá, deve comer lá cabeitsá (56g) de pão e recitar a berachá de "leishev basucá- sentar na sucá", e em seguida ou no final da refeição da sucá, receitar o birkat hamazon. Porém segundo o citado adiante, neste caso de ter voltado para sua casa por causa da chuva ou de ter iniciado a refeição em casa por causa da chuva, a pessoa não está obrigada a voltar para a sucá ·         
Nas outras noites, não há obrigação de comer na suc. Caso a pessoa queira comer uma refeição fixa, deve comê-la na sucá, ou  caso a pessoa queira dormir na sucá, deve dormir na mesma. Refeição fixa, significa cabeitsá (56g) de pão ou de mezonot. Frutas mesmo em grande quantidade, é permitido comer fora da sucá, assim também em relação em outras comidas. Tudo isto é segundo a halachá porém será louvado aquele que nem sequer um copo de água toma fora da sucá. ·        
 Ao chegar em casa após a sinagoga, a pessoa deve imediatamente recitar o kidush, leishev basucá, shehecheianu. Na segunda noite (fora de israel), a pessoa deve recitar shehecheianu antes de leishev basucá. ·        
Todos os participantes da refeição na sucá devem escutar bem as berachot do kidush e responder devidamente amen ·         
Dormir, mesmo que seja um sono temporário (menos que meia-hora), a pessoa deve dormir na sucá. Caso a sucá não seja adequada para que a pessoa possa dormir nela, a sucá está inválida até para comer, pois a sucá deve estar apta a todos os usos que a pessoa devidamente faria em sua casa. ·         
Caso esteja chovendo, a pessoa está isenta da sucá, caso estejam caindo de tal modo que a chuva estrague sua comida. Caso a pessoa começou a refeição na sucá e começou a chover e saiu da sucá para casa, e a chuva cessou ou se começou a refeição em sua casa por causa da chuva, e em seguida a chuva cessou, não tem obrigação de voltar para a sucá e comer lá. ·        
O mesmo se aplica em relação a dormir na sucá caso esteja dormindo na sucá e iniciou a chuva ou se iniciou dormir em sua casa por causa da chuva. ·         
Caso a pessoa esteja isenta da sucá por estar chovendo e mesmo assim ela continua lá, não cumpre nenhuma mitsvá e pelo contrário, isto é um ato inadequado a ser feito e óbviamente que a pessoa está totalmente proibida de recitar as devidas berachot da sucá nesta situação. Neste caso, as berachot são consideradas berachot levatalá (berachot em vão). ·         
Conforme o dito anteriormente, a berachá de leishev basucá deve ser dita somente em caso de refeição fixa. No início se recita hamotsi (ou mezonot) e em seguida se recita leishev basucá. Caso a pessoa durma após esta refeição, não necessita recitar novamente a berachá de leishev basucá ·         
Caso a pessoa tenha saído de sua sucá para comer na sucá de outra pessoa e lá ela comeu a quantidade de uma refeição fixa, deve recitar novamente a berachá de leishev basucá ·         
A pessoa que esqueceu de recitar a berachá de "leishev basucá" no meio de sua refeição, deve recitar tal berachá ·         
Mulheres, mesmo por estarem isentas da sucá (por ser uma mitsvá limitada pelo tempo), podem recitar a berachá de "leishev basucá". O mesmo em relação a crianças. Crianças a partir de cinco anos, os pais devem educá-las a cumprir a mitsvá de sucá com a devida berachá ·       Pessoas enfermas e seus acompanhantes estão isentos da sucá. Caso seja um enfermo que está fora de perigo de vida, os acompanhantes estão isentos somente nos momentos que estão prestando serviço e acompanhamento aos enfermos ·         
Aqueles que sofrem por causa de frio na sucá ou por causa de mau cheiro (caso tenha feito em lugar adequado e o mau cheiro veio depois), estão isentos da sucá. O mesmo se aplica caso a luz