Tisha B’Av
Mais lidos

Tisha B’Av

Dez coisas que você não sabia sobre Tisha B’Av.

Qual é a conexão entre Tisha B'Av e o Holocausto? Por que esse dia vai passar do luto para a alegria? Tudo o que você queria saber sobre Tisha B'Av.

Dez coisas que você não sabia sobre Tisha B’Av.
1. O dia do jejum de Tisha B'Av foi estabelecido por decreto rabínico. O jejum foi mencionado pela primeira vez nos Profetas, e a Mishná ordenou que ele marcasse a destruição dos Templos - a destruição do Primeiro Templo em 586 AC pelo exército de Nabucodonosor, o rei da Babilônia, e a destruição do Segundo Templo em 70 DC, por Tito e os romanos.

2. O jejum cai no dia 9 de Av, por um dia inteiro, e é o culminar do período de luto de três semanas. Este jejum é o mais sério dos quatro dias de jejum relacionados com a destruição do Templo.

3. As cinco principais proibições em Tisha B'Av são: comer e beber, usar sapatos de couro, untar-se com óleos ou perfumes, lavar-se e relações intimas entre um casal.

4. Outras ações são proibidas em Tisha B'Av por causa do luto, tais como: estudar Torá, trabalhar, cumprimentar as pessoas, sentar em uma cadeira (até o meio-dia) e muito mais.

5. Houve várias tragédias que ocorreram com o povo judeu em Tisha B'Av, que causaram impacto em todas as gerações.

6. O tratado de Ta'anit menciona que houve cinco incidentes cataclísmicos que ocorreram neste dia: A. Foi decretado na geração do deserto que eles não viriam à Terra de Israel por causa do pecado dos espiões. B. A destruição do primeiro templo. C. A destruição do Segundo Templo. D. A cidade de Beitar foi conquistada pelos romanos - um evento que significou o fracasso da revolta de Bar Kochba. E. Os romanos araram sobre Jerusalém.

7. A expulsão dos judeus ingleses também foi decretada em Tisha B'Av, em 18 de julho de 1290. Eduardo I da Inglaterra ordenou que todos os judeus fossem expulsos de seu país até 1º de novembro de 1290, e que aqueles que permanecessem depois dessa data seriam executados.

8. A Expulsão da Espanha também foi realizada em Tishá BeAv em 1492. Os três meses concedidos aos judeus para deixar a Espanha terminaram na noite de 8 de abril de 1492. Apesar da extensão terminar dois dias antes de Tisha B'Av, este evento está gravado na memória coletiva do povo judeu como parte das tragédias que ocorreram em Tisha B'Av.

9. As deportações em massa do Gueto de Varsóvia para o campo da morte de Auschwitz começaram no dia 9 de Av, 1942.

10. De acordo com a tradição, depois que o Messias vier e o Terceiro Templo for construído, Tisha B'Av, como os outros jejuns sobre a destruição, se tornará um dia de celebração e alegria. O Talmud de Jerusalém afirma que o Messias nascerá em Tishá BeAv.