Mais lidos

Trecho diário - Sivan Rahav Meir

A Chuppah de 2 Orfãos do Terro

O Trecho Diário

A Chuppah de 2 Orfãos do Terro
Avigdor Gavish, o noivo, ficou debaixo de sua chuppah sem seus pais, David e Rachel, que foram mortos em um ataque terrorista. Da mesma forma a noiva, Ayelet Dickstein, que também perdeu seus pais, Yosef e Chani, em um ataque terrorista. Esses dois órfãos do terror se casaram na noite passada, e quando ele falou embaixo de sua chuppah, Avigdor retornou às 12 tribos, às suas antigas heranças dentro da Terra de Israel, à destruição do Templo e à sua reconstrução:

"Do território de José, o mal começou. Pai Davi e mãe Raquel foram assassinados. E do outro lado, no sul do país, no território de Judá, o pai José e a mãe Chani foram mortos. O Reino toca o Reino, misturando e despedaçando. Paisagens impensáveis e insondáveis. Vi uma raposa saindo de minha casa e todos choraram.

E vi o pacto que havia sido feito entre nós e eu sorri: 'Se eu me esquecer de ti, ó Jerusalém, esqueça-se a minha mão direita da sua astúcia'. Por muitos dias, eu li este verso com saudade e com lágrimas. Quando poderei cumpri-lo? Eu andei por aí com a sensação de que isso foi prometido. Você prometeu que Você se reuniria, que Você vigiaria, que você estaria aqui.

E eis que... Depois de muitos dias, a casa do pai David e o pai Yosef se encontram novamente, dessa vez para construir nossa própria casa. E a aliança está pulsando e viva. Hoje restabelecemos nosso lar destruído, reconstruindo uma das ruínas de Jerusalém. Com a graça de Deus e a grande Providência, agradecemos por este milagre. Damos graças pelas pessoas maravilhosas que encontramos no caminho para nossa casa. Damos graças aos amigos que estão perto do nosso coração. Damos graças aos nossos amados irmãos e irmãs e suas famílias. E desejamos nesse momento compartilhar a luz que nos foi concedida, e abençoar com saúde aqueles que buscam a cura. Para abençoar com um parceiro para a vida aqueles que buscam o amor. Eles devem ser abençoados e ter o mérito da salvação. Bo'ee kallah, venha minha noiva. Use suas vestes de glória. Venha para minha casa, para nossa casa".

Mazal tov!