Diferenças de  personalidades no  relacionamento
Mais lidos

Trecho diário - Sivan Rahav Meir

Diferenças de  personalidades no  relacionamento

Todo e qualquer relacionamento predestinado traz consigo as sementes do seu sucesso. O potencial está lá, mas o florescimento de um casamento pode acontecer apenas através de uma grande dose de cuidado.

Diferenças de  personalidades no  relacionamento
Para quem vê de fora, objetivamente, uma solução sensata para uma discussão entre um casal pode parecer facilmente alcançável. Quando sob a forte influência de diferentes origens e gostos, no entanto, as personalidades podem colidir profundamente com as coisas mais triviais.

Rivky serviu informalmente, num "estilo familiar", colocando grandes tigelas de comida na mesa, para que todos na família pudessem pegar sua própria porção. Isto é o que sua mãe sempre fez. Danny ficava chateado em cada refeição porque sua esposa não lhe dava muita atenção. Sua mãe sempre colocava a comida diretamente no prato do filho. Demorou cerca de oito anos até que Danny tivesse clareza suficiente sobre o que estava causando seus sentimentos feridos para expressá-los a Rivky. Depois disso, Rivky fez um esforço extra para lembrar de colocar a comida de Danny no prato. Essa pequena mudança não pareceu insignificante para Danny. Ele se sentiu maravilhoso - e Rivky também.

Mesmo as diferenças que parecem triviais podem, na verdade, estar carregadas de um significado muito forte  nas nossas distintas criações. Durante o casamento, o marido e a mulher enfrentam todos os tipos de “surpresas”, descobrindo traços, hábitos e atitudes que não são esperados em sua nova parceria.

Eles não devem tirar conclusões apressadas de que um erro grave tenha sido cometido. Porque é D'us Quem é nosso Pai, Quem nos criou, Quem fez o nosso par. Além disso, tais pensamentos enfraquecem nossa capacidade de chegarmos ao momento, resolver o conflito, chegar a um acordo e promover a comunicação.

Quando nossos Sábios nos ensinaram que "da mesma forma que seus rostos diferem, suas personalidades diferem também", eles certamente incluíam cônjuges nesse ditado. Além das distinções individuais resultantes de serem pessoas diferentes com personalidades diferentes de diferentes origens, também somos diferentes de nossos maridos por causa da diferença fundamental e inata que D'us colocou entre nós - que somos mulheres e nossas outras metades são masculinas.

Em hebraico, a palavra para face é “panim” e a palavra para dentro é “penim”. O que D'us está nos comunicando por meio da similaridade dessas duas palavras? Assim como nossas aparências físicas diferem, também nossas adaptações internas diferem. Algumas das diferenças entre nós e nossos maridos resultam unicamente do fato de que eles têm maquiagens internas masculinas e nós temos maquiagens internas femininas.

Essa consciência pode ajudar a evitar que cheguemos à conclusão incorreta de que nossas muitas diferenças são sinais de que nossos casamentos são um erro. Em vez disso, podemos começar a reconhecer as aparentes incompatibilidades como sinais do desafio que temos pela frente: o desafio de trabalhar duro para descobrir como as duas peças de quebra-cabeças aparentemente muito diferentes podem se encaixar melhor.

Então, agora que sabemos que precisamos esperar encontrar muitas diferenças e aparentes incompatibilidades, podemos até tentar ficar atentos a elas. Quão chato seria casar com o nosso clone na forma masculina - e como seria paralisante. Imagine a falta de crescimento e desenvolvimento em nossas personalidades.

Todo e qualquer relacionamento predestinado traz consigo as sementes de seu próprio sucesso. O potencial está lá, mas o florescimento de um casamento só pode acontecer por meio de uma cuidadosa atenção. Um casal que vive em harmonia santifica o nome de D'us, como está escrito em Tehillim: "A tua mulher será como uma vinha frutífera na tua casa, os teus filhos como ramos de oliveira que rodeiam a tua mesa. Eis que por isso seja abençoado o homem que teme a D'us."

Um grande artista trabalhou longa e duramente para pintar uma paisagem magnífica, cheia de cores brilhantes. Sua pintura foi encoberta quase inteiramente, quando alguém passou, vendo apenas um pequeno pedaço dela - que por acaso era preto. "Isso não parece muito bom para mim", observou o homem. "Você poderia fazer melhor!" O artista tentou encobrir sua pintura inteira novamente, mas uma pequena seção branca ainda estava exposta quando alguém passou apressado: "Parece meio chato para mim ”, foi o comentário que ele disse..

A pintura, claro, não era apenas preta ou apenas branca. Ambos os transeuntes não estavam vendo a imagem inteira. É fácil ser rápido para julgar o todo com base em uma pequena parte. O que é muito mais difícil, mas também muito mais gratificante, é ter tempo e se esforçar para ver todas as cores diferentes em seus arranjos únicos e magníficos.

Algumas partes do casamento são negras, algumas são brancas e outras podem ser rosa ou cinza. Algumas vezes são felizes, algumas vezes tristes, algumas partes difíceis; algumas partes fluem mais facilmente. Mas quando desenhadas juntos com grande intenção e esforço, elas podem ser transformadas em uma verdadeira obra-prima.

"E D'us disse: Façamos o homem à nossa imagem à nossa semelhança, e que eles tenham domínio sobre os peixes do mar e sobre as aves do céu, e sobre o gado e sobre toda a terra ..." (Bereishis 1:26)

Em hebraico, a palavra que significa "deixe-os ter domínio" é "ve'yirdu". Rashi explica que esta palavra vem da mesma raiz e é muito semelhante à palavra hebraica "yeridah", que significa descer. Escrito como um aviso para nós em todos os aspectos de nossas vidas, incluindo, é claro, nossos casamentos muito sagrados. Está nos alertando que, se não usarmos nossos potenciais para nos esforçarmos e tentarmos superar todas as pressões que nos pressionam, sem dúvida  afundaremos. Não existe ficar parado. Ou estamos lutando intensamente por uma escada rolante para baixo na vida, ou estamos desistindo e deixando que todas as provações e tribulações que enfrentamos - assim como as atitudes malucas que são tão predominantes em torno de nós - derrubem-nos e aos nossos casamentos.
Se nos encontramos casados com falsas expectativas, agora é a hora de trocá-las pelos desafios encontrados em nossas vidas reais. O casamento pode ser um jardim de rosas - mas isso significa que também podemos encontrar muitos espinhos ao longo do caminho.



Os casamentos não se tornam maravilhosos automaticamente. As palavras "E eles viveram felizes para sempre" nos enganaram mais do que gostaríamos de admitir. O final seguinte pode não ser tão tentador, mas também é menos elusivo - pois pode realmente ser alcançado: "E eles viveram felizes para sempre ... muito trabalho e esforço!"

Adaptado de "Duas metades de um todo" pelo rabino Yirmiyohu & Tehilla Abramov. Disponível em www.jewishfamily.org