O Trecho Diário / Sivan Rahav-Meir
Mais lidos

Parashat Emor

Aqui estou

O Trecho Diário da Parashat Emor

Aqui estou / O Trecho Diário da Parashat Emor / Sivan Rahav-Meir
O seguinte texto me foi enviado essa noite pelo Rabino Yoni Lavi: "Há cerca de 400 anos, Shakespeare perguntou: ser ou não ser? A era moderna deu uma resposta surpreendente a essa pergunta: estar e não estar ao mesmo tempo. Muitos de nós escolhem não estar presentes, mesmo quando estão aqui. Eles estão constantemente disponíveis para todos. Eles estão em modo ‘vibrar’. Não os telefones, as próprias pessoas. Quando você está em toda parte, você não está em lugar nenhum. Nós corremos por aí em intermináveis malabarismos entre muitas tarefas ao mesmo tempo, e insistimos em fazer tudo ao mesmo tempo. Em tal mundo, todo encontro humano ocorre em tempo limitado, somente até que entre uma nova mensagem ou o próximo toque seja ouvido, quando a atenção será desviada imediatamente para outras áreas. Quando alguém se senta na sua frente segurando um dispositivo na mão, você sabe que ele não está de fato inteiramente com você. A mitzvá de contar o Omer, com a qual estamos contando atualmente, e que aparece na parashá dessa semana, oferece uma direção interessante. Pouco antes de realizar a contagem diária, paramos e dizemos: 'Estou pronto e disponível para executar um mandamento positivo de contar o Omer'. Leva apenas alguns segundos, mas nos concentramos. Nos preparamos. Silenciamos. Nós nos convidamos a esse momento, pois ele nunca retornará. Estamos fazendo a coisa mais simples e maravilhosa que existe: apenas estamos presentes, completamente. Se quisermos, podemos levar esse presente para as outras áreas de nossas vidas: para o nosso encontro conjugal, para a história a ser contada para a criança antes de dormir, para a oração, para nós mesmos. Estou pronto. Aqui estou. Apenas aqui".