Conhecimento é poder
Mais lidos

Conhecimento é poder

O Trecho Diário

Conhecimento é poder
Hoje, ouvimos inúmeras histórias pessoais sobre a Shoah, emocionantes e fascinantes, mas também precisamos ouvir fatos frios e secos. O Prof. Yosef Ben-Shlomo preparou uma lista de seis fatos históricos que devem ser aprendidos e memorizados para entender por que a Shoah foi tão incomum:

1.    Judenrein (Livre de Judeus) pela primeira vez na história das nações, um governo aspira à aniquilação total de outro povo, cuja maioria sequer vive em seu território. O objetivo não é expulsá-lo, mas apagá-lo de todo o mundo.
2.    Não quem se oponha - na Conferência de Wannsee, foi decidido unanimemente implementar a "Solução Final" sem uma única observação de protesto. Um fórum amplo, respeitado e público toma a decisão, e ninguém se levanta.
3.    Os alemães agem contra seus interesses - a Alemanha está perdendo a Segunda Guerra Mundial, mas age irracionalmente: ao invés de investir em combates, os alemães continuam desperdiçando energia no projeto de extermínio dos judeus.
4.    Eles não eram loucos - os assassinos eram pessoas de família, profissionais, com escolaridade e saudáveis. Milhões de pessoas comuns não viram problema em participar desse grande projeto de terror.
5.    Os campos não foram bombardeados - a indústria da matança continuou a operar e a funcionar sem que ninguém a parasse. As fábricas de munição, essas sim, foram bombardeadas.
6.     Não há escolha - ao contrário de outros decretos e perseguições na história, os judeus não foram autorizados a emigrar, a cooperar com o inimigo ou a se converter. O que quer que eles fizessem, a morte era a única opção que os esperava.

Em face da negação da Shoah, da ignorância e do esquecimento, diante de alegações de que aquilo não era um evento único ou evento anti-judaico - vale a pena lembrar. Conhecimento é poder.