Pequenas Oportunidades para a Gueulá (Redenção) - O Trecho Diário
Mais lidos

Parashat Shemot

Pequenas Oportunidades para a Gueulá (Redenção) - O Trecho Diário

Pequenas Oportunidades para a Gueulá (Redenção) / O Trecho Diário, Parashat Shemot / Sivan Rahav-Meir

Pequenas Oportunidades para a Gueulá (Redenção) / O Trecho Diário, Parashat Shemot / Sivan Rahav-Meir
"Shalom, sou Or Sahar, comandante no Corpo de Artilharia do Exército. Entre o frio e a poeira no campo de Shivta, consegui encontrar alguns minutos para escrever aos soldados sobre a Parasha. Na semana em que nos tornamos uma nação, devemos prestar atenção em como isso acontece: começa com as duas parteiras, Shifra e Puah. Quanta coragem é necessária para enfrentar o Faraó, o rei do Egito, que decretou lançar todo o filho recém-nascido ao rio. Quanta coragem é necessária para entender que o que está acontecendo não faz sentido e agir contra isso. As parteiras entenderam a magnitude de sua responsabilidade, o seu importante papel, e viram uma rara oportunidade de mudar a realidade. As duas continuaram a ajudar em partos, trabalharam ativamente e tiveram sucesso. 



Outra pessoa que escolhe não ignorar a realidade é Moshe Rabbeinu: וַיְהִי בַּיָּמִים הָהֵם וַיִּגְדַּל מֹשֶׁה וַיֵּצֵא אֶל אֶחָיו וַיַּרְא בְּסִבְלֹתָם וַיַּרְא אִישׁ מִצְרִי מַכֶּה אִישׁ עִבְרִי מֵאֶחָיו. “E naqueles dias cresceu Moshe e saiu aos seus irmãos e viu seu sofrimento e viu um homem egípcio golpeando um homem hebreu, dentre seus irmãos”. Moshe, assim como as duas parteiras, sua mãe e irmã, poderia ter fechado os olhos, ignorado e ficado no palácio. Ao invés disso, Moshe escolheu ir aos seus irmãos, reconhecer sua identidade judaica e deixar a zona de conforto. Mais tarde, ele foi escolhido, como se sabe, para liderar o povo de Israel. O desejo de mudar uma triste realidade às vezes parece impossível para nós. Às vezes tudo parece corrupto, duro, grande demais para nós. Mas a Parasha nos chama a prestar atenção quando nos deparamos com oportunidades para uma pequena-grande mudança no mundo. Tudo o que temos a fazer é manter nossos valores e não ficarmos indiferentes. Desejo que saibamos identificar essas pequenas oportunidades e agir corretamente."