Mais lidos

Parashat Vayechi

Em missão - O Trecho Diário

Em missão / O Trecho Diário / Sivan Rahav-Meir

19.12.18 | 22:21
Em missão / O Trecho Diário / Sivan Rahav-Meir
Hoje é 10 de Tevet. Um dia de jejum, por causa do início do cerco a Jerusalém, que levou ao fim à destruição do Templo. Muitos jejuarão hoje por causa de algo que aconteceu há 2.606 (!) anos. Por quê? Porque somos parte de uma grande história. Milhares de anos depois, esse dia também foi designado como "o dia do Kaddish geral". Lembramos as vítimas da Shoah (Holocausto) cuja data de morte é desconhecida. Nos enlutamos também por todos que não receberam um túmulo ou que tenham uma data de falecimento conhecida, em um dos períodos mais sombrios de todos os tempos. Porque somos parte de uma grande história.

Esse ano, nesse mesmo dia triste, também soubemos do falecimento de Rona Ramon, a esposa de Ilan z”l, a mãe de Assaf z”l. Eu a encontrei recentemente, junto com adolescentes do programa de liderança que ela fundou em nome de seu marido e filho. Cheia de energia e e otimista, Rona nos contou como Ilan não embarcou na missão como uma figura privada. Ele levou consigo ao espaço, a bandeira de Israel, um pequeno Tanach, uma moeda da época da grande revolta judaica contra os romanos e um rolo de Torá que foi salvo da Shoah. "Esse item me emociona especialmente", disse Ilan na época, "porque é o que nos conecta uns aos outros e atesta nossa capacidade de sobreviver a qualquer crise”. Rona explicou: "Ilan verificou quando começaria o Shabat no espaço, e também levou o texto do Kiddush com ele. Porque ele não estava lá apenas em nome da Força Aérea Israelense, mas em nome do povo judeu." Nós somos parte de uma grande história.
Em sua memória, em suas memórias.


Quer saber mais sobre Ilan Ramon? https://pt.wikipedia.org/wiki/Ilan_Ramon