Sivan Rahav Meir
Mais lidos

Elul

O testemunho da noite do stand de angariação de fundos

Trecho Diário - Sivan Rahav-Meir: O testemunho da noite do stand de angariação de fundos

21.08.18 | 22:04
Elul - Sivan Rahav Meir
Dizem que a autocrítica (חשבון נפש) deve começar com as virtudes e não com as deficiências, com as coisas boas que existem em nós, não com as ruins. Já no começo do mês de Elul, o mês do acerto de contas, revelamos nossa grande virtude: responsabilidade mútua. Milhares de pessoas chegaram ontem às barracas de Ezer Mizion para tentar encontrar um doador adequado para Roni Cohen, e assim Oren Shahaf escreveu para mim tarde da noite: "No Shabat de manhã nosso gabbai chamou os presentes na sinagoga várias vezes para chegar no domingo dar uma amostra de saliva a Roni Bat Ruth. Eu fiquei responsável pelo estande em Rosh Ha'ayin. Ontem, muitas pessoas vieram até nós, mesmo aquelas que sabiam que eram inadequadas pela etnia, e só vieram para ajudar no que era possível. Uma mulher, metade marroquina e metade iemenita, como aquelas que procuravam, de repente chegou antes de fechar. Perguntei-lhe por curiosidade como ela havia chegado e ela respondeu: Sou de outra cidade, ouvi no rádio sobre o caso e imediatamente deixei tudo e peguei um táxi com um bebê em uma cesta às dez da noite. As pessoas em volta dela se emocionaram às lágrimas. Quando ela terminou, perguntei como ela iria para casa, e ela disse que procuraria um ônibus e se acomodaria. Eu disse a ela que a ajudaria a encontrar um ônibus, e no caminho encontramos três rapazes. Eu contei a eles sobre sua ação e eles começaram a 'brigar' entre eles, quem a levaria de volta à sua cidade. Um alegou que o carro do outro era mais velho, o outro alegou que o primeiro não tinha combustível suficiente e, eventualmente, eles se entenderam entre eles e ela foi levada à sua porta. Ontem me perguntaram o que há de tão especial em Roni, que todo o povo de Israel está deixando seus afazeres para ajudá-la.
Acho que a pergunta é dirigida a cada um de nós: o que há de tão especial em nós, que viemos contribuir, ajudar, publicar e procurar um doador? Boa noite, feliz ano novo.