Mais lidos

Halacha

Verificar e anulae o chametz

Após o final da quinta hora temporária, é proibido de ter proveito do chametz. Portanto apartir desta hora, é proibido vender ao gentio, dar de comer ao animal. É necessário queimar o chametz até esta hora.

Chametz - Pessach e as leis do Hag
Na noite anterior a Pessach, devemos verificar e buscar o chametz. Esta busca e verificação deve ser feita imediatamente no início da noite. E é proibido começar a comer ou a fazer qualquer trabalho meia hora antes da noite.
Esta verificação é feita com vela ou qualquer tipo de iluminação que possa alcançar os lugares mais estreitos a serem verificados. Portanto, caso faça a verificação com vela, que seja com vela de um único pavio, e não com vela de vários pavios. Do mesmo modo pode verificar com lanterna, desde que esta penetre em todos os lugares.
A verificação deve ser feita em todos os quartos nos quais haja possibilidade que entrou lá com chametz, quanto os lugares que entrou com menos frequência. Um bom conselho é que antes desta verificação, que a casa seja bem lavada e limpa, para facilitar na verificação.
A verificação deve ser feita também em todas as rachaduras e fissuras nas paredes, também nas roupas das crianças e em qualquer roupa que possa ter colocado chametz nela. Um bom conselho neste aspecto, é lavar todas as roupas que possa ter colocado nelas chamets, pois caso haja nelas chamets, esta será extrído de lá, ou será invalidado pelos materiais da máquina de lavar.
Os quartos com chametz vendidos ao gentio, caso não sejam vendidos até antes do momento que inicia a obrigação de verificar o chametz, devem ser verificados. Caso a venda aconteça antes de tal momento, não há obrigação de que o chamets seja verificado.
Antes de iniciar a verificação, deve recitar a berachá "...al biur chametz-... sobre o extermínio do chametz". Mesmo que neste momento o chametz não é exterminado, de qualquer modo, imediatamente após a verificação anulará o chamets existente que não sabe seu lugar exato.
Não deve interromper com qualquer conversa entre a berachá e o início da verificação.
Durante toda a verificação é aconselhável também que não interrompa com nenhum tipo de conversa, a não ser que seja relacionada a própria verificação.
É permitido verificar várias casas apoiando-se somente em uma única berachá.
Mesmo que não encontre nenhum chametz, a berachá não é considerada em vão. Pois na berachá dizemos "... sobre o extermínio do chametz" ou seja, caso seja encontrado exterminaremos este chametz, porém não há nenhuma obrigação de encontrar chametz. De qualquer modo, há o costume de deixar dez pedacinhos de chamets (obviamente embrulhados para que não se transformem em farelos).
O chametz que é deixado para ser consumido no dia seguinte, ou para que seja queimado, deve ser bem guardado para que não se espalhe e com isto a pessoa deverá verificar outra vez. 
Após a verificação, deve anular o chametz imediatamente. A principal anulação é no coração, que a pessoa decide que ele não considera o chamets como algo apropriado a comer. De qualquer modo, chachamim obrigaram a fazer também a verificação (e posteriormente a queima), para que a pessoa não encontre chamets durante Pessach e queira comê-lo.
No momento da anulação, deve ser dita a frase "kol chamira..." como consta na hagadá. Esta frase deve ser dita num idioma que as pessoas entendam.
"todo fermento e comida fermentada que esteja em minha posse que não o vi e que não o anulei e que não tenho conhecimento de sua existência, considero-o anulado e que seja hefker (algo abandonado sem nenhum proprietário),como o pó da terra".
A pessoa que viaja antes de Pessach (e que não estará nela durante todo o Pessach): Caso viaje antes de chegar o momento da obrigação de verificar o chametz- pode vender toda sua casa, sem que verifique-a. De qualquer modo, deve ser feita a verificação do chametz sem recitar a berachá adequada (principalmente quando estará em casa durante o Pessach, mesmo que no momento da verificação não estará). Porém a anulação do chametz deve ser feita, em qualquer lugar que esteja. Caso viaje após o início da obrigação de verificar o chametz- deve nomear uma pessoa que verifique e anule seu chamtez, e que no momento da anulação deve dizer que anula em nome de seu emissário.
Caso encontre chametz em Pessach: Yom Tov ou Shabat Chol Hamoed- o chametz é considerado muktsê. Portanto deve pôr sobre ele um utensílio que o cubra até o final deste dia, e depois deve queimá-lo. Chol Hamoed- que queime-o imediatamente. Caso o chameyz encontrado tenha kazait (27g) ou mais, deve recitar a berachá " ...al biur chametz-...sobre o extermínio do chametz". Caso encontre menos, não recita a berachá. Em relação a berachá a mesma lei é válida no final de Shabat ou de Yom Tov. Último dia de Pessach- mesmo que tenha encontrado cazait ou mais, ao queimar após o término deste dia, não recita a berchá citada acima.
 
Leis sobre a queima do chametz
 
Na manhã do dia 14 de Nissan (neste ano 30-3-18), é permitido comer chametz até o final da quarta hora temporária (O dia é dividido em 12 partes iguais, desde o nascer do sol até o pôr do sol. Cada parte é considerada uma hora relativa. No inverno cada hora relativa é menor do que no verão. Cada pessoa deve averiguar o horário exato em seu lugar de moradia).
Deve-se limpar bem a boca e os dentes antes do final do tempo no qual é permitido comer o chametz.
Nesta manhã, devemos queimar o chametz que sobrou. O horário para queimar, é até o final da quinta hora temporária (Cada pessoa deve averiguar o horário exato em seu lugar de moradia).
Após que o chametz foi queimado, devemos recitar o texto "kol chamira" como consta na hagadá ou nos sidurim ou nos machzorim de Pessach. Este texto deve ser entendido por quem o recita, pois com ele, anulamos totalmente o chametz de nossa propriedade.
"todo fermento e comida fermentada que esteja em minha posse que o vi e que não o vi, que anulei e o que não anulei, que tenho conhecimento e o que não tenho conhecimento de sua existência, considero-o anulado e que seja hefker (algo abandonado sem nenhum proprietário),como o pó da terra".
Para que a mitzva da queima se realize no chametz, é adequado não derramar sobre ele nenhum produto que inutilize-o antes que esteja totalmente queimado.
Deve tentar não deixar chametz nas latas de lixo (mesmo as latas de lixo da casa que ficam fora) após a queima do chametz. Se o chametz for encontrado no lixo, ele deve ser queimado, ou inutilizado de qualquer modo que seja. Segundo as determinções da halachá, o chametz deve estar inadequado ao uso de um cachorro, para que a pessoa não transgrida o preceito de não possuí-lo.
Após o final da quinta hora temporária, é proibido de ter proveito do chametz. Portanto apartir desta hora, é proibido vender ao gentio, dar de comer ao animal. É necessário queimar o chametz até esta hora.