Mais lidos

Porção semanal de Torá

Parashat Lech Lechá

Fé em Hashem - Avraham não se deixa ser influenciado pelo ambiente geral. Ele vive no meio de seu mundo espiritual, firme em sua opinião e fé e não é influenciado pela opinião da maioria. Ele foi nomeado como "Avraham Haivri". A palavra ivri  significa: márgem. Ou seja, o mundo inteiro de um lado da márgem e Avraham sozinho no outro lado  . 

Parashat Lech lechá - a Fé em Hashem
Depois que Avraham conheceu seu Criador e chegou à conclusão de que existe um Criador que é "o dono de tudo", ou seja, o Criador e líder do mundo, ele não escondeu esse reconhecimento em seu coração e não o escondeu dos olhos de outras pessoas   . 
Avraham compreendeu que quem alcança o reconhecimento da existência de que Hashem é o único Deus, deve compartilhar este reconhecimento com os outros. Com a ajuda de sua esposa Sarah, ele cumpriu esse objetivo, como os sábios dizem: "Ele convertia aos homens e Sarah convertia as mulheres". Naquela época, a conversão foi expressada principalmente pelo reconhecimento monoteísta, o reconhecimento da realidade de um Deus que criou o mundo e continua a liderá-lo  . 
Avraham o fez com grande devoção. Essa devoção foi expressada na história do estilhaço das estátuas na loja do pai de Terach, que expressa a luta de Avraham contra o ambiente idólatra, mesmo quando ele estava se referindo à sua família. Por causa desta luta, Avraham foi jogado ao forno de fogo, do qual ele foi salvado milagrosamente. Em seguida, Hashem lhe ordenou que deixasse seu país, sua terra natal e a casa de seu pai e viajasse para uma terra estrangeira (Bereishit 12: 1): "Para a terra que eu vou te mostrar   ". 
A aparência de Avraham na Terra de Israel não ocorreu, como parece, como resultado de fugir das dificuldades colocadas pela sociedade em Ur Kasdim. Avraham não teve medo das dificuldades e chegou a lutar contra eles ao nível do auto-sacrifício.  O seu "ir para Israel" foi um ponto de virada no destino que Hashem pretendia para Avraham. Ali, em sua terra natal, Abraão atuou com base no auto-conhecimento, enquanto em Israel foi confiado a missão de difundir a fé no Deus vivo   . 
Quando ele chegou a Israel (Canaan), ele recebeu ordens para organizar o meio ambiente, o seu povo e colocá-los sob a bandeira da fé como expressado nas palavras dos nossos sábios: "Caminhe antes de mim" - "Venha e fique diante de mim na Terra de Israel ".   
Na verdade, o modo que a Torá expressou a passagem de Avraham na Terra de Israel, fica confuso: Avraham era um viajante que andava na terra: "ao lugar de Shechem até Elon Moreh" "E Abraão viajou e viajou para o negba" (Bereshit 12: 9) Qual é o significado do versículo? Dizer-nos que Avraham andou na terra e visitou-o como um convidado que veio descansar e ficar impressionado com o que ele está vendo   ? 
Porém, uma observação mais profunda, revelam seu verdeiro objetivo: "E ele construiu um altar lá, e invocou o nome do Senhor ". Isto indica que seu objetivo era espalhar o nome de Deus em toda a terra, chamar as pessoas de o ambiente em que estavam para que se aproximem na fé em Deus, uma fé monoteísta trazendo a luz da fé para muitos corações  . 
As ações de Avraham causaram resultados na época da ação e também nas gerações futuras. Assim que o nome de Avraham Avinu e sua filosofia foram divulgados, uma revolução espiritual começou a acontecer no mundo. Até então, toda a humanidade tinha sido imersa em total ignorância e idolatria, expressa em adoração de estátuas artificiais. Abraão iluminou a escuridão do mundo espalhando fé em Deus . 
Gradualmente, essa consciência entrou no coração das pessoas. Começaram a entender que havia um Deus só e único que tem controle e poder sobre tudo  . 
Antes da atividade espiritual de Avraham, ocorreram terríveis acontecimentos para toda a humanidade. O pobre estado espiritual da raça humana desde a geração de Enosh, o neto de Adão, teve uma má influência em todo o mundo. Hashem guardou sua ira durante dez gerações para que as pessoas retornassem ao bom caminho. A partir do momento que os atos eram gravíssimos e que já não dava para aguentar mais, Ele causou o dilúvio. O dilúvio causou a aniquilação da raça humana e do resto das criaturas do mundo, exceto aqueles que encontraram abrigo na arca de Noé.  
Após o dilúvio, ao passarem dez gerações, novamente as pessoas fizeram atos que irritaram o Criador. Ao mesmo tempo, um grande homem, gigante em filosofia e espiritualidade apareceu na humanidade, Avraham Avinu. Com isso começou uma nova página na história humana. Avraham Avinu é como uma fonte de energia que irradia um efeito positivo constantemente. A intensidade da radiação desfrutava de seu ambiente imediato e até distante  . 
Embora Avraham não tenha sido o primeiro tzadik na história da humanidade, pois o precederam Methuselah- (Matusalém), Noah, Hanoch e outros, estes viveram suas vidas e praticavam a fé em Hashem, principalmente para si mesmos. Avraham foi o primeiro, que ao conhecer o Criador, trouxe a mensagem de fé ao conhecimento de outras pessoas e se tornou uma fonte espiritual para vários círculos sociais. A espiritualidade que emanava de Avraham Avinu ao redor dele também trouxe uma benção e um sucesso materialista que enriqueceu sua proximidade. A influência espiritual e a abundância estão entrelaçadas. Avraham foi reconhecido como o redentor da humanidade em seu tempo. Isto é expresso nas palavras da Torá, que fala de reis que procuraram sua proximidade, de modo que eles também fossem abençoados pelas bênçãos do céu por causa de sua proximidade com Avraham  . 
Avraham é o mentor da virtude da bondade e benevolência. Ele recebe visitas indiscriminadamente da cor, raça e religião. Ele até sacrifica sua alma para salvar seu parente Lot (que havia se afastado dele), ganha um exército de vários reis e se recusa a pegar  os despojos. Perante ele estava o povo de Sodoma e Gomorra cidades moralmente corrompidas cujos habitantes eram cruéis aos famintos e aos fracos  . 
Num dia, Hashem comunica a Avraham, que o fim de Sodoma está sendo aproximado e vai se transformar em enxofre e sal. O que esperamos de Avraham Avinu? Como ele teve que agir naturalmente quando Hashem lhe comunicou sobre este desastre prestes a acontecer? Seu coração deve ter sido cheio de alegria suprema ao desarraigar esta 
raiz do mal, que é totalmente antítese da bondade e da benevolência. Era esperado de Avraham, a seguinte proclamação: "Isso é tão bonito e apropriado, então haverá um grande reparo para a humanidade, a seita que encarna o mal em sua pior forma deve ser desarraigada  "! 
Mas a realidade era completamente diferente. Avraham Avinu não só não pensou em satisfação e alegria, mas ele se levantou e orou com devoção a eles. Ele rezou à Hashem que poupasse as cidades de Sodoma e  Gomorra e, ainda, seus habitantes, desta terrível calamidade . 
A reação de Avraham prova que a verdadeira bondade e benevolência, é muito superior aos ideais humanos, ideais que muitas vezes levaram seu povo a roubos, arruinando populações e guerras brutais contra aqueles que não aderiram aos seus ideais. O nível real de caridade aspira a beneficiar todas as pessoas do mundo onde quer que estejam, independentemente da sua visão de mundo  . 
Uma das primeiras provas que Avraham superou, foi a ordém de Hashem que dizia o seguinte: "Saia de sua terra e seu local de nascimento e da casa do seu pai para a terra que eu vou mostrar para você". (Bereshit 12:1). Repentinamente, ele teve que se levantar e deixar seu local natural de convivência, indo para um lugar oculto que não lhe foi revelado por Hashem. Avraham não questionou o "por quê" desta ordem. Ele simplesmente se apressa para cumprir a vontade de Hashem, fato que caracteriza todos os seus caminhos: "E Avraham foi". Foi imediatamente logo após que "quando o Hashem falou com ele" (Bereshit 12: 4).  
Os descendentes de Avraham também passaram com sucesso em uma tentativa semelhante. Quando eles foram mandados- homens e mulheres- a deixar o Egito para o deserto desconhecido, eles não perguntaram: "Como iremos?" Eles nem se prepararam para a longa jornada. A geração daqueles que vieram do Egito estava pronta para marchar sem hesitação após o pilar de fogo que os precedeu. Hashem marcou esta saída ao deserto como um fato de plena fé Nele, que nunca este ato será esquecido na história  . 
Yirmiyahu, o profeta da destruição, profetizou que, apesar de Israel ter pecado, cabe a eles ganhar esse direito histórico: "Lembrei-me da graça da sua juventude, do amor do seu casamento, quando seguistes à mim no deserto numa terra não plantada" (Yirmiyahu 2: 2). De onde esse poder derivou no povo de Israel? Este poder é oriundo de Avraham. Avraham abriu o caminho andando após Deus sem perguntas, caminho que seus filhos e netos continuaram caminhando nele  . 
A ordem que Avraham recebeu para sair sua pátria também incluiu a instrução de que ele deve viver na solidão, não em contato direto com as outras nações. De qualquer modo, ele tenta influenciá-los em sua fé, mas não está envolvido em suas vidas   . 
Avraham não se deixa ser influenciado pelo ambiente geral. Ele vive no meio de seu mundo espiritual, firme em sua opinião e fé e não é influenciado pela opinião da maioria. Ele foi nomeado como "Avraham Haivri". A palavra ivri  significa: márgem. Ou seja, o mundo inteiro de um lado da márgem e Avraham sozinho no outro lado  . 
Esta virtude também foi estabelecida no coração de seus descendentes. Apesar da pressão exercida sobre os judeus para deixar sua religião, eles permaneceram apegados a Hashem. A capacidade de resistir a eles contra a pressão e o desejo de continuar no caminho de Hashem, foi bem absorvida nos corações dos descendentes de Avraham  . 
A História provou que este é o único caminho para que o povo de Israel possa caminhar à ele. Ao longo das gerações, muitas tentativas foram feitas pelos judeus para se aproximarem dos gentios. Porém os gentios mantiveram Israel longe deles, lembrando-os da maneira mais dolorosa que são os judeus . 
Nossos patriarcas: Avraham, Itzchak e Yaacov, foram aqueles cuja realização espiritual lançou os alicerces da nação. Eles moldaram o estilo do povo de Israel e deram-lhe estabilidade para que ele pudesse ser um muro diante de todas as crises. Nossos antigos antepassados são a rocha do fundamento, sobre a qual o grande edifício chamado Am Yisrael foi construído  . 
Nesta perspectiva, podemos entender a experiência de nossos antepassados em geral, e Avraham, em particular. Foi somente após essa grande preparação, é que eles foram capazes de crescer com o fato de que sua insistência nas provas e tentatvas causadas pelos outros povos em fato real  . 
Ao mesmo tempo que Hashem ordenou a Avraham sobre a Akeida de Itschak, ele se virou para ele e disse: "Pegue seu filho, o seu único" (Bereshit 22:2). Chazal interpretaram: "Hashem disse para Avraham: Por favor, cumpra e aguente esta prova, para que ninguém diga: 'as primeiras tentativas não tinham um verdadeiro significado   .' 
A questão é: como se pode afirmar que todas as primeiras tentativas não tinham um verdadeiro significado? Será que é possível apagar a influência da jogada de Avraham no forno de fogo, ao quebrar as estátuas de seu pai  ? 
A resposta a esta pergunta é abrangente: se essas tentativas fossem ser creditadas somente a Avraham, ninguém questionaria que estas provas eram tentativas insuportáveis, e que a pessoa que consegue vencê-las, é digna de toda a glória.  No entanto, uma vez que essas tentativas deveriam constituir o fundamento da existência para as futuras gerações de toda a nação, era essencial ter êxito na tentativa de Akeida. Caso Avraham não suportasse a tentativa da Akeida, o povo judeu não poderia crescer a partir dele, e as primeiras tentativas não teriam significado  . 
Uma ilustração para explicar este assunto: as fundações de um edifício  . 
A profundidade e a força dos elementos de um edifício, são determinadas de acordo com a altura do edifício que deve ser construído sobre eles, os elementos destinados a 
um prédio de um andar ou dois andares não podem levar um prédio de vários andares. Um engenheiro que está prestes a construir um prédio alto deve calcular a quantidade de ferro e concreto a serem investidos nas fundações. Se  este profissional ignora esse cálculo, não há dúvida de que o edifício entrará em colapso  . 
Este é o caso, mesmo quando chegamos a tratar da construção do povo judeu. O futuro do povo exige uma adesão consistente a todas as tentativas. As tentativas ao longo das gerações foram muito difíceis e os espíritos irritados muitas vezes tentaram arrancar o povo da fé em Hashem. Para que o povo tenha esta firmeza, foi necessário construir uma parede sólida e fundações. Assim, Hashem pediu a Avraham que suportasse o teste da Akeida e sua firmeza nessa tentativa deu a seus filhos a habilidade e desejo de entrar em fogo e água, serem abatidos e abatidos no altar de princípios sagrados  . 
Avraham Avinu foi o único a se elevar acima de todos os seus contemporâneos, e ele também teve uma influência decisiva sobre eles. Em face de seu caráter milagroso e edificante, a Suprema Sabedoria de Deus é decretou que apartir dele uma nação única será criada no mundo. Esta nação será a nação pioneira que irá perante todas as pessoas do mundo. Esta nação invocará o nome de Hashem e, a partir daí, a luz divina brilhará sobre as outras famílias da terra  . 
Hashem encontrou o coração de Avraham para ser fiel a ele, e, portanto, ele foi escolhido para ser o pai da nação escolhida e estabelecer suas bases  . 
Todos  nos estamos cheios de inúmeras provas que a vida nos propõe. Algumas são tentativas mais fáceis e algumas são mais difíceis. Precisamos saber que Hashem não traz à experiência do homem algo que ele não pode resistir e que ele não terá todas as forças necessárias para suportar o teste com sucesso. Devemos permanecer fiéis para orar e esperar que Hashem nos dê a sabedoria para suportar a prova com facilidade e heroísmo  . 
As tentativas aconteceram e acontecerão  . 
O poder de resistir à elas, nós sugamos de Avraham Avinu  .