Mais lidos

Estudo da Torá

Por que os macacos se assemelham a pessoas?

Uma resposta original é encontrada nas palavras do Talmud e em nossos sábios.

31.08.17 | 21:08
Por que os macacos se assemelham a pessoas?

O Talmud (Berachot 59b) diz: "Se você vê um macaco você faz a bênção: 'Ele que mudou as criações'". Os comentaristas perguntam: qual foi a mudança na criação de macacos? O rabino Cabalista, Meshulam, responde que no tempo da grande inundação D'us puniu algumas das pessoas e as transformou em macacos (e elefantes). Então é por isso que os macacos se parecem com pessoas porque uma vez eles já foram pessoas! Isso também explica a inteligência superior que os macacos (e elefantes) têm sobre o resto do reino animal.

O Midrash Rabbah (Gênesis 23, 9) diz: "Quatro coisas mudaram nos tempos de Enos: um: as montanhas se tornaram rochosas, dois: o falecido começou a apodrecer, três: os rostos das pessoas se tornaram semelhantes aos dos macacos e quatro: as pessoas se tornaram suscetíveis aos demônios ".

No Sinédrio (109a), diz sobre a geração da "Torre de Babel", que um terço das pessoas que queriam fazer guerra contra D'us e Ele os transformou em macacos, ...

O "Melechet Shlomo" pergunta: "Por que esses animais (macacos e elefantes) são escolhidos para uma bênção especial? Ele responde, veja no Meiri, que diz que eles são semelhantes ao homem em certos aspectos.

O Shevet Mussar (capítulo 47) diz que devemos olhar os macacos e isso deve nos levar ao arrependimento. Por quê? Porque os macacos originalmente eram homens e por isso, quando eles vêem pessoas, eles os copiam ("macaco vê, macaco faz"). Eles querem retornar ao seu estado original, serem humanos de novo, mas não podem, assim então, copiam nossas ações e gestos ".

"Então, por que uma pessoa peca e causa em si mesma danos irreversíveis ... Assim ele ficará envergonhado de ser visto pelas pessoas? quando ele desejará desfazer o dano, ele não será capaz ... Hoje é a hora de fazê-las (as mitzvoth) e amanhã não será o momento ... então faça agora (as mitzvot) e não espere. Não seja como o macaco que quer voltar ao seu estado original, mas não pode ".