Quem eu sou? Eu me conheço?

A Mulher judia

Quem eu sou? Eu me conheço?

Eu sei o que D'us tem em mente para mim e por que Ele faz o que faz?

17.08.17 | 15:39
Quem eu sou? Eu me conheço?

Durante muitos anos, tive muitas perguntas e queixas em diferentes eventos e de diferentes coisas na qual testemunhei que as pessoas fazem. Uma reviravolta,  foi quando minha vida de casada não era tão simples e nossas emoções ficaram irritadas. Eu gritei com o meu marido, "Você não me entendeu!" De repente, ele parou e disse calmamente: "Vamos assumir que isso é verdade; VOCÊ se entende?

Fiquei quieta. O gato comeu a minha língua. Não sabia o que responder. A questão é que se eu tivésse entendido, e soubesse, eu mesma começava a ecoar pela minha mente. Naquele momento, percebi uma das coisas mais profundas e mais significativas que eu pudesse entender: "Eu realmente não entendo nada! Eu não entendo o que a pessoa na minha frente passou, por isso ele age desse jeito, eu não conheço seus traumas, perturbações e experiências de infância.''

A doçura de entender esse pensamento me mudou totalmente e virá comigo por toda a minha vida.

Todo evento na vida de um judeu vem sinaliza algo essencial que ele faça afim de reparar seu caráter, e é por isso que ele está neste mundo. Com isso, vivemos em um mundo material onde há muita dor e dificuldade na qual imaginamos que isso nos retém da felicidade e da prosperidade.

Em Va'Etchanan, Moisés ora extensivamente a D'us para que Ele permita sua entrada na Terra Santa. D'us responde; "Não continue falando comigo sobre isso." D'us disse a Moisés que, se ele continuasse a rezar para entrar em Israel, Ele teria que "ceder" e deixá-lo entrar, então D'us pediu que ele parasse. Meu marido me contou o que os comentaristas dizem sobre isso. Se Moisés tivesse entrado na terra santa, ele teria construído o templo. Por causa grande santidade do templo que Moisés construiu, seria indestrutível. (De fato, o tabernáculo do deserto que Moisés construiu nunca foi destruído, está em algum lugar escondido.) D'us que viu o futuro, viu que a nação de Israel pecaria. Se o templo pudesse ser destruído, D'us não poderia levar Sua ira divina no templo e Ele teria que destruir a nação pelos seus pecados. É por isso que Moisés não podia entrar na terra santa e só podia vê-la de fora, para que a nação judaica pudesse sobreviver mais tarde no futuro.

A partir deste episódio e da lição dos comentaristas que meu marido me explicou, aprendemos algumas coisas diferentes: Em primeiro lugar, D'us 'se derrete' de nossas orações e pode mudar as coisas se agitarmos o céu com nossas orações. Em segundo lugar: nunca podemos entender a razão pela qual o 'D'us faz o que faz em determinado momento ou situação. Em terceiro lugar: a verdadeira fé começa no ponto em que nosso intelecto termina como o rabino Menachem Shach diz; "A obrigação de fé começa no lugar que o intelecto do homem acaba".

Então vamos entender que nós não entendemos! Vamos usar a ferramenta da oração e embutir em nossos corações a fé simples de que nosso propósito é beneficiar os outros. Nós mereceremos nos sentir livres e afortunados!

Mais lidos
https://br.hidabroot.com/