Rabino Mordechai Eliyahu

Crianças Hidabroot

Vocês estão todos convidados para ir na minha casa quando saírem daqui.

Rabino Mordechai Eliyahu disse aos jovens na ala delinquente

Vocês estão todos convidados para ir na minha casa quando saírem daqui.
Uma vez o Rabino Mordechai Eliyahu foi convidado a visitar uma prisão em Israel e falar com os prisioneiros. Ao aproximar-se da prisão o Rabino viu um bando de adolescentes numa área cercada. Ele pediu aos guardas, "Quem são esses jovens?" "São jovens delinquentes do reformatório", o diretor chefe respondeu.

Rabino Eliyahu disse: "Eu gostaria de conhecê-los e falar com eles". "Rabino, não é uma boa idéia. Essas crianças são muito indisciplinadas e não respeitam ninguém. Eles são  capazes de jogar ovos e tomates em você. Seria uma vergonha deixa-los te tratar de forma tão rude."

O Rabino ignorou a sugestão dos guardas e foi determinado: "Eu não vou sair da prisão hoje sem falar com esses jovens! Se eles jogam ovos e tomates em mim,  vou limpar minha vestimenta rabínica. Eu tenho algo a lhes dizer". Ele então virou-se para seu assistente e disse: "vá para a cafeteria da prisão e compre barras de chocolate para esses jovens, rápido!"

O diretor viu que ele não estava conseguindo convencer o Rabino de não visitar os jovens rebeldes e ele entrou em seu reformatório para dizer-lhes que eles teriam um visitante muito importante... o Rabino-Chefe de Israel!

Os jovens começaram a preparar uma recepção adequada para ele. Correram para a despensa e pegaram ovos e tomates e prepararam para jogar no Rabino quando ele chegasse. O Rabino entrou na área cercado por guardas que esperavam para proteger o Rabino dos jovens. O Rabino foi recebido com um grande tumulto e os jovens pegaram os ovos e tomates para jogar e começaram a gritar.

Rabino Eliyahu não foi perturbado. Ele olhou para os rapazes com carinho . Ele examinou o grupo dos jovens e identificou quem ele sentiu que era o líder; um rapaz de 14 anos que parecia liderar o resto deles. Ele se virou para o garoto e perguntou: "Por favor, diga-me, como o líder do grupo, quando haverá silêncio aqui?" O jovem arrogantemente anunciou: "Em exatamente 3 minutos". De fato 3 minutos depois ficou um silencio depois que o garoto sinalizou com as mãos pedindo silêncio.
O Rabino começou a falar e encorajou os jovens a voltarem para o caminho correto. "Não considerem-se prisioneiros, considerem-se jovens que vão sair daqui e, no futuro, estabelecerão famílias perfeitamente normais e saudáveis! Cada um de vocês quando ele sair daqui é convidado a vir me visitar!"

Após as palavras do Rabino Eliyahu os jovens que estavam turbulentos, alguns apenas minutos antes, ficaram educadamente em fila para falar com o Rabino, obter a sua bênção e beijar sua mão em reverência. Cada um deles recebeu uma das barras de chocolate, que o Rabino pediu para seu assistente comprar para eles.

Anos se passaram e depois que o Rabino Eliyahu faleceu, um Talmid Chacham (Estudante de Torá) casado veio visitar sua casa e disse à sua família: "Eu era um daqueles jovens delinquentes e as palavras do Rabino me ajudaram a mudar os meus caminhos"
Mais lidos
https://br.hidabroot.com/