Mais lidos

Ser pais

Nova pesquisa diz: "fale com seu feto"

Isso o ajudará a desenvolver suas habilidades linguísticas no início da sua vida.

27.07.17 | 21:12
Nova pesquisa diz: fale com seu feto
O Jornal amricano : "New York Times" publicou um artigo sobre uma pesquisa recente que fortalece a crença de que as habilidades de linguagem começam a ser adquiridas quando uma criança ainda é apenas um feto no útero de sua mãe.

Adultos holandeses foram pesquisados ​​neste estudo. Alguns deles nasceram na Coréia e foram adotados por famílias holandesas que falaram apenas holandês, e não tinham conhecimento da língua coreana em leitura, escrita ou compreensão. Outro grupo, também nascidos como holandesesde, falavam holandês .

Os pesquisadores descobriram que aqueles que falavam holandês nascidos na Coréia na qual foram adotados quando bebês, foram capazes de aprender habilidades de leitura coreanas muito mais rápido do que aqueles nascidos de famílias que falavam só holandês. As descobertas mostram que o idioma que um feto ou um recém-nascido ouviu afetará suas habilidades de aquisição de linguagem mais tarde na vida, permitindo que ele aprenda a linguagem em que foi exposto como feto ou recém nascido mais rapidamente.

Este estudo acrescenta ao corpo de uma pesquisa que diz que um feto pode ouvir dentro do útero a partir da 24ª semana de gravidez. Neste momento, o desenvolvimento neural ocorre entre os nervos auditivos e a região do cérebro responsáveis ​​pelo processamento e decodificação dos sons. O feto pode ouvir os pulsos do coração da mãe e também a voz dela.

A Dra. Anne Kettler, do Instituto de Pesquisas do Cérebro da Universidade de West Sidney, na Austrália, disse à Ynet: "Os fetos podem identificar as vozes que ouvem no interior do útero no último trimestre da gravidez. Eles especialmente identificam a voz da mãe e preferem ela sobre todas as outras vozes. Nós sempre assumimos que os fetos com menos de 6 meses não têm conhecimento abstrato da linguagem, mas este estudo mostra que mesmo muito cedo no desenvolvimento fetal o feto pode identificar os padrões de som e usá-los mais tarde na vida para aprender a produzir esses sons que não fizeram parte da língua que ele acabou falando na infância ".

O Dr. Kettler resume o estudo dizendo: "Você sempre pode aprender um novo idioma, mas não há substituto para a aprendizagem que ocorre como um feto antes do nascimento. A pesquisa sobre este aprendizado é emocionante e nos ensina muito sobre os processos cognitivos de compreensão e do desenvolvimento da linguagem e do cérebro." Ela conclui:" Fale com seu bebê! "